O poeta, António de Campos

 

Como poeta, tudo começou no início, de tenra idade.

Em 1986, houve a publicação de um poema, na revista «Peregrinação».

Em 1998, houve a publicação do livro «Perplexidades Sonoras», sobre poesia de sentido de humor leve.

Em 1999, outra publicação, do livro «Amut», sobre poesia lírica de temas amorosos.

Participação em 1999, numa outra publicação, «Eispoesia» em 1999, sobre poesia em memória do poeta José Régio.

Em 2013, publicação na área de ficção científica, com o título «Lembrei-me de Ti», romance em formato digital.

Produção de uma animação do soneto de Luís de Camões «Alma minha gentil, que te partiste» em 2014.

Produção de uma animação do poema «Jura» em 2014.

Participação no livro «Vladimir Vysotsky in new translations. Internationational poetic project», organizado por Marlena Zimna, em 2014, com traduções de poemas para português e mirandês.

 

Existem também outras atividades que, paralelamente ou não, se desenvolveram, como na arquitetura, nas artes plásticas, na escrita (romance, contos), na banda desenhada, no ensino.

 

Em destaque, estão os livros publicados:

«Fantasiarktura» em 1996, sobre ideias e fantasias arquitetónicas;

«O Caminho» em 2013, conto romântico de BD em formato digital, com versões em português, inglês e mirandês.

 

Ainda em destaque, as animações realizadas:

Versão animada do conto «O Caminho» em 2014, com versões em português, inglês e mirandês.