O artista, António de Campos

 

 

 

 

Como artista plástico, expõe desde 1986, em Portugal, em Espanha, nos Estados Unidos e na internet; em exposições individuais e coletivas.

 

Localidades aonde expôs: Morristown (NJ, USA), Union (NJ, USA), Praia de Mira, Coimbra, Cantanhede, Montemor-o-Velho, Évora, Vendas Novas, Castelo Branco, Portalegre, Cáceres (Espanha), Mérida (Espanha), Badajoz (Espanha), Vila Viçosa, Cabeço de Vide.

 

Em 2013, a publicação do conto «O Caminho», BD romântica em formato digital, com versões em português, inglês e mirandês.

 

Em 2014, animação do conto «O Caminho», com versões em português, inglês e mirandês.

 

Existem também outras atividades que, paralelamente ou não, se desenvolveram, como na arquitetura, na poesia, na escrita (romance, contos), no ensino.

 

Em destaque, estão os livros publicados:

«Fantasiarktura» em 1996, sobre ideias e fantasias arquitetónicas;

«Perplexidades Sonoras» em 1998, sobre poesia de sentido de humor leve;

«Amut» em 1999, sobre poesia lírica de temas amorosos;

«Lembrei-me de Ti» em 2013, romance de ficção científica em formato digital, sobre as relações íntimas, a memória, num futuro.

 

Ainda em destaque, as animações realizadas:

Sobre o soneto de Luís de Camões «Alma minha gentil, que te partiste» em 2014;

Sobre o poema «Jura» em 2014.